Mubius WomenTech Ventures – Mulheres na liderança

logo mubius horizontal

O impacto do material certo na divulgação do seu negócio

Tempo de leitura: 3 minutos


Quando precisamos produzir materiais, nos deparamos com uma quantidade grande de opções, formatos e custos de produção. E é onde surge a dúvida: qual é o material mais adequado para o meu objetivo?

Então, você já percebeu que a primeira coisa a se fazer é definir qual o objetivo do material que será criado. 

Em geral, todo material é informativo. Ele precisa comunicar, informar alguma coisa a alguém. Assim, a criação dele deve considerar um objetivo um pouco mais específico. Por exemplo: preciso criar um material para ensinar aos usuários de um determinado aplicativo, sobre atualizações e novas ferramentas. Pronto, então dentro deste objetivo, você já tem o público a quem ele se destina: os usuários do aplicativo. 

Então podemos dizer que a definição do objetivo precisa incluir também o público que vai receber a mensagem? Sim!

Suponhamos que você vai participar de um evento e precisa divulgar a sua startup. É hora de se fazer perguntas: 

  • Quem é o público do evento?
  • O que eu preciso comunicar?
  • Como quero fazer essa comunicação?
  • Tenho algum objetivo secundário?

E assim por diante. A partir dessas respostas, é possível pensar se o material será impresso ou digital, se será um material bastante objetivo, para chamar a atenção de maneira geral, ou um pouco mais trabalhado, para captar a atenção de um público um pouco mais específico.

Não existe um manual para saber qual é o melhor material a ser utilizado nesses casos, mas algumas escolhas podem ser feitas com base na análise dos prós e contras de cada material, sua viabilidade, custo, disponibilidade, logística, usabilidade, etc.

MATERIAIS IMPRESSOS

Quando optamos por materiais impressos, estamos considerando a facilidade de alcançar um público amplo, juntamente com a conexão gerada por um objeto real, palpável (que pode ser um flyer, folder, cartaz, cartão de visitas, brinde…). Importante lembrar que não é porque um público é grande, que é o público que você precisa alcançar. Às vezes, são necessárias algumas táticas de segmentação para melhorar os resultados que queremos alcançar quando produzimos um determinado material.

É preciso considerar também os custos e prazos de produção, bem como a logística, o armazenamento e o transporte, para que o material chegue intacto às mãos do público e cumpra seu objetivo.

Um ponto muito importante aqui é compreender que materiais impressos têm um maior impacto ambiental, visto que a maioria deles são confeccionados com o uso de papéis, plásticos, tecidos e outros materiais que nem sempre são amigáveis ao meio ambiente. Então, convém analisar se a confecção do material se encaixa dentro do conceito de branding do negócio e se existem opções eco-friendly, que podem cumprir o objetivo, reduzindo o impacto ambiental.

MATERIAIS DIGITAIS

Se optamos por materiais digitais, estamos abrindo mão daquele primeiro momento em que uma pessoa toca um material com as próprias mãos. Então, o acesso ao material deve ser facilitado (seja através de link, qr code, um cadastro…) e veja bem: BASTANTE facilitado. É importante lembrar que vivemos em um momento em que a atenção do público é algo muito valioso. Assim como o tempo. Então o material precisa capturar a atenção e valorizar o tempo que esse público irá dispor para entender a mensagem.

Materiais digitais podem circular em canais específicos e atingir um público mais segmentado, aumentando a eficácia do esforço aplicado na ação de divulgação desse material.

Além disso, o meio digital fornece maior liberdade de criação e mais recursos para comunicação. O que reduz a necessidade de tantos textos explicativos, o que pode fazer com que o receptor da mensagem assimile o que está sendo mostrado de maneira mais fácil e memorável, em um tempo menor. E, dependendo do material, o custo de produção é significativamente mais baixo. 

Em ambos os casos, é preciso fazer com que seja um material que GERE VALOR de alguma maneira. Assim, o público tem mais chances de se lembrar da sua solução quando necessitar. 

Seja qual for a sua escolha, lembre-se que o que orienta a criação do material é o seu OBJETIVO. E existem muitas maneiras de se atingir esse objetivo, basta considerar as opções para tomar a melhor decisão.

Milena Dominici

Designer Gráfico | UI/UX | Designer Freelancer
Graduada em Psicologia | Atleta Amadora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima